domingo, março 11, 2007

Ai Primavera!

violas cornutas

Dia suculento para passear pelo campo e repetir os nomes das florzinhas e dos arbustos em que se tropeça sob a hipnose da satisfação.
Até aos narcisos, espontâneos por sobre o tapete verde, eu perdoei a vaidade porque as violetas violas, como ele me ensinou – acompanhavam-nos, na sua modéstia, como se dissessem que aos homens esses pequenos defeitos são permitidos sob a nobreza da nossa tolerância feminina.
Amor secretamente escondido no amarelo das acácias, romance nas azáleas, graça na flor do jasmim, cujo cheiro enche a mata de delicadeza.; satisfação plena depois de conhecer a mangifera, especialmente aquela que ele me mostrou no canto mais recatado do bosque. Nada, mas nada se assemelha àquela maravilha do mundo. Talvez só a boca-de-leão, mas em complemento.
Quando ele me pôs na mão um lírio, baixei-me e colhi uma papoila. Onde dizes pureza eu digo sonho, pensei e disse-lho com os olhos. Ou papaver rhoeas, pensei cá para comigo, agora na posse de todos os nomes, embora aquilo de papar com os olhos fosse metáfora ultrapassada depois do trifolium exercitado em pleno bosque.
Não me esquecerão mais as tâmaras, Phoenix dactyliferas, de grande impacto na redução das angústias, melhores do que qualquer raiz de valeriana, não obstante me agradar sempre mais o raizedo aprumado: se o queremos conhecer é fácil… basta ir na direcção do terminal e nada de ramificações pilosas a perturbarem a pesquisa.
Açafates, esporinhas, angélicas, eufórbias… sim, mesmo as eufórbias, tirando a pulcherrima, que à conta de se armar em boa, larga aquela seiva leitosa que é veneno para qualquer pele sensível.
Mas… depois disto… até mesmo uma viola cornuta.

Agora … tanto faz ... já valeu a pena!


21 comentários:

Sandokan disse...

Vale a pena viver assim a vida, não é?
Quem me dera!

www.lusoprosecontras.blogspot.com

vague disse...

:))

-pirata-vermelho- disse...

Agora é que me deixou 'de car'à banda', como dizia a minha tia Catarina.
Está doente, D. Fausta ou com um solzito a mais nas costas fica logo a tresdizer taralhoquices de rapariguita ingénua e mansa?

Florzinhas!!!? Quem a viu e quem a vê...


(coitada)

mixtu disse...

mas isto agora é só primavera, mas já começou a primavera por aí?
aqui começa o inverno, sim senhora... hemisferios...

19, 20...

Fausta Paixão disse...

Sr Pirata, nunca amou na vida?
Pois eu estou apaixonada, como vê.

Não me diga que não tenho o direito de vir aqui ao meu blog falar de florinhas! Pois se as vi e as cheirei... ohhhh... e olhe... desejo-lhe a si uma Primavera florida, que o amor quando nasce é p'ra todos!

lai-lai-lai.......

Fausta Paixão disse...

Sr, Mixtu, quando se sofre do mal da paixão... nem os Invernos molham... e até o frio aquece!

lai-lai-lai....

Fatyly disse...

Dizes tudo...já veleu a pena :):):):):):)
Grande Fausta!

Beijocsas

Ness Xpress disse...

Também gosto muita desta nossa prima. Os rebentos das plantas, as flores ao sol e o azul explosivo. As cores e os cheiros. É preciso ganhar muito tempo em silêncio, para a apreciar devidamente.

(E depois o sol morno nos corpos libertos, e cheiros que não se reproduze em ambientes fechados ;)

asdrubal tudo bem disse...

estava dificil de chegar a tua primavera

-pirata-vermelho- disse...

Ai D.Fausta, D. Fausta
cada vez me convenço mais de que a sua paixoneta não vai além de um platonismo saudoso daqueles tempos em que aparecia aqui a contar como... -Arreda! Que cheguei eu!-
e como deixava uns rapariguitos perdidos entre pernas pra que te quero e uma tontura zombeteira que lhes azoava a cabeçita.

Já me tinha parecido que se tratava de zombetice! De zombiice, se calhar.

Oh D. Fausta, paixão sim, é; tenha-a se lh'achar graça mas 'florzinhas'...?

Pra quê!?

São Rosas disse...

Fausta,
Vim-me aqui :-) por recomendação da Didas.
Adoro o que escreves. Queres colaborar na funda São? Se queres, manda-me um e-mail: funda@afundasao.com

Fábula disse...

deixaste a primaVera toda vaidosa por meteres as plantinhas dela ao "barulho"... ;)

mfc disse...

Huummm..e aquele convite ali em baixo da SãoRosas??!!
Vamos ter colaboração??!!

maria_arvore disse...

:)

De facto, o aroma das flores da paixão acalma os instintos de caça. ;) E é um descanso para a pele que como que fica imersa num banho de espuma. ;)

Conceição Bernardino disse...

Olá,

A minha homenagem hoje é entregue a todos os que se entregam à escrita de corpo e alma.
Os talentos sem rosto, os que nunca desistem dos seus sonhos sejam: escrita ou outro qualquer talento...
Até quando ficarão eles na sombra?
Os meus parabéns a todos e a minha homenagem, lutem até ao fim.

Beijinhos ConceiçãoB
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Fausta Paixão disse...

Sra. D. Conceição... para si... a alma! Para mim... o corpo (não, o seu não, credo!)e pode crer que lutarei até ao fim para os compreender... a eles, claro!

mas... chegou a ler o textozinho das flores?
Ah não!!!
Pois então, sem leitura não há feedback.
Volte sempre!

robina disse...

Posso saber onde meteste a "piceas"? :-)))

-pirata-vermelho- disse...

OUTSTANDING! Sra. D. Fausta, OUTSTANDING!


Mas...
e a Sra., leu a minha interrogativa implícita, leu?

peciscas disse...

Como é bela, luxuria..nte e saudável a natureza.
Especialmente naqueles cantinhos do bosque onde as coisas acontecem de modo mais secreto e selvagem!

mixtu disse...

actualiza... verão...
yaya

mixtu disse...

lendo o teu comment,Dom Mixtu, por sangue e por convicção
lai lai