quinta-feira, novembro 09, 2006

Com um coração destes como é que uma mulher pode ter calma?


Não, ainda não desapareci.
Ando a ver se controlo este coração para não vir para aqui em ardores suspeitos.
Arrefecendo um pouco mais já poderei contar-vos a história. Ou as histórias... porque uma aconselhou-me um jornalista e a outra disse que um arquitecto é que podia ser a minha salvação.
O que é que acham que fiz? Tratei logo do assunto, que o hi5 tem de servir para alguma coisa de útil. Depois das provas dir-vos-ei qual foi a opção.

P.S. ... e mais um pombo que anda por aí a arrulhar...
logo eu que adoro que me arrastem a asa!

16 comentários:

Ines disse...

E quem é que precisa de calma????

Não me pareces mulher para vidas calmas... os sentidos à flor da pele emprestam outra cor à vida! Ou não é?

Anônimo disse...

Ou... só pr'atazanar,
Com uma mulher dessas com'é que o coração acalma.
Fogo meu. se fizer o ad-hoc, tenho alguma chance?
Não quero falsas esperanças pombinha.
Bjs que tenho que ir ronronar ppra outro lado.

Fatyly disse...

Boa Fausta e ataca o dito pombo, depena-o e faz uma canja...

asdrubal tudo bem disse...

Errado. Não te metas em nada disso.
Jornalistas, cultivam um ar dêlabrê (não sei se é assim que se escreve) fumam muito, bebem que nem esponjas e acham que têm sempre razão (isto para não falar nos péssimos horários que têm)

Arquitectos são aqueles que não foram suficientemente homens para ser engenheiros nem suficientemente paneleiro para ser decorador

Fausta Paixão disse...

já percebi... do que eu preciso é de um homem do Aki. Mas a essa conclusão já eu tinha chegado lá mais abaixo... para quem ainda se lembra!

Canja? Eu?
Quando como carne é com muito condimento!

maria_arvore disse...

Fausta,
como nas promoções dos hipermercados, compramos o pacote por nele haver algo que nos interesse e esquecemos o resto. Por isso, sem stress, seja o driblar da língua ou a estética das formas, potenciar a qualidade é aproveitar o melhor ângulo de cada um. :)

Anônimo disse...

Adorei a definição de arquitecto, logo eu que não sou nada suspeita que até mandei passear um deles.

Anônimo disse...

Espero que o pombo seja "pombo bravo", carne um pouco mais riginha, muito mais saboroso, e dá para cozinhar em lume brando durante mais tempo. Tnha-me esquecido de te dar a receita.
Beijinhos.

Fausta Paixão disse...

asdrubal, tens ar de ser um homem revestido a pragmatismo.

peciscas disse...

Ardores?
Que tal uma terapeuticazita de substituição?

Lúcia disse...

e desististe do pastoreio?

não acredito!

mfc disse...

Olha que a caça já abriu!!

Francisco del Mundo disse...

E quando há um Mundo a descobrir...:D
Bacione

ivamarle disse...

estou mortinha pelo resultado...

Bastet disse...

Não me parece que encontres a solução no meio das palavras de jornal nem nos esquissos de um arquitecto... mas... cá fico á espera minha amiga!

Anônimo disse...

Oi! Fausta
Tenho um desafiozito para ti. Se puderes passa por lá.
Beijinhos