sexta-feira, junho 20, 2008

A codificação dos elementos


Fiquei ali a olhar para a tabela periódica exercitando a mente em invenções: Nb de nabo, Db de diabrete, Rf de refinado, Pb de púbico, Rb de rabo bem feito e … cheguei ao elemento Cu, como não podia deixar de ser.
Para afastar os maus pensamentos pus-me a ler a descrição das fórmulas, mas, ai Jesus!, não era, definitivamente, um exercício refrescante, pois o P, na lei de Stefan-Boltzmann estava indicado como a potência total irradiada por um corpo.
Num dia de calor! Caramba!
Desviei as atenções para a constante de gravitação universal (G) e para a frequência do movimento ondulatório (f), no cumprimento de onda; mas à sala onde decorria o exame não chegava a ondulação da beira-mar e o único pensamento refrescante possível era estar deitada na areia da praia com os pés na água, pois só assim a capacidade térmica mássica do material de que é constituído o corpo (c) poderia entrar nos índices de refracção (n1 e n2) previstos na lei de Snell-Descartes.
É claro que dei um nó nos cabelos quando percebi que no trabalho realizado por uma força constante (F, com uma setazinha em cima) que actua sobre o corpo em movimento rectilíneo (W=Fd co α), o d é o módulo do deslocamento do ponto de aplicação da força.
Deslocamento do ponto?
Ó Céus!!! Quando o exame acabar vou direitinha ao ginásio e fico 40 minutos naquela máquina do abre-fecha-abre-fecha-abre para rentabilizar a soma dos trabalhos realizados pelas forças que actuam num corpo num determinado intervalo de tempo (w), como manda o teorema da energia cinética.
Depois… pode ser que, considerando a 2 ª lei de Newton, a aceleração do centro de massa do corpo ajude a amplitude do sinal (A) na respectiva função.

15 comentários:

peciscas disse...

Tu és uma enciclopédia viva.
As artes que tu dominas!
De algumas, a gente já tinha conhecimento.
Mas de físicas e químicas ficamos a saber.

Fábula disse...

e eu já tou tão arrependida de a Química nunca ter sido o meu forte! ;)

(e este regresso, é a sério ou nem por isso?)

Fausta Paixão disse...

peciscas, eu sou mesmo uma artista; só que tenho andado noutros festivais...

fábula, espero que seja um regresso faustoso. Obrigada pelo incentivo.

-pirata-vermelho- disse...

D. Fausta
telefone-me urgentemente!

Tenho um amigo que é amigo de um senhor da secretaria que é tio de um médico do HMB (*) e que não s'importa de ir lá consigo.
Arranja-lhe uma consulta já para amanhã, de certeza...

Telefone-me.
Não custa nada...
Mesmo que tivesse que ser internada não ia ser por muito tempo.
Isso cura-se! D. Fausta.

.................
-só para a D. fausta ler-
(*) Miguel Bombarda

Fausta Paixão disse...

pirata, tam'ém ... não era preciso ser tão directo!

mfc disse...

Aquela da setazinha pra cima, deixou-me a fazer congeminações!!

Fausta Paixão disse...

mfc, essa é d'homem!!!

-pirata-vermelho- disse...

olha não!...
a senhora aparece aqui a falar grego e acha que não é caso d'urgência?


telefone-me qu'eu já falei com o meu amigo que já falou ao tal senhor da secretaria que já falou com o sobrinho que é médico lá no...
vá,
telefone-me que é para a gente combinar para a d fausta ir lá buscar as pílulas.

ou então não apareça aqui a falar estrangeiro qu'a gente assusta-se.

Elefante das Neves disse...

Andas a dormir com livros nitidamente!

MRF disse...

5*****! Talvez com textos assim os alunos percebam a aplicação prática dos conteúdos científicos :)

Fausta, tens que fazer uma proposta ao ME!

Beijo enorme

Anônimo disse...

falta-te um (λ) no comprimento de onda. No resto...estás completa.

Angelo Ramos disse...

falta-te um (λ) no comprimento de onda. No resto...estás completa.

Fausta Paixão disse...

pirata, isso das cunhas nunca funciona.
e... como vês, há quem diga que, apesar da loucura que denuncias, estou completa. Obrigada engenheiro Ângelo.

MRF, como sabes eu com o ME não quero nada, não vão os indivíduos querer-me para o lugar da outra...

elefante, vou confessar-te uma coisa: vigiar um exame de físico-química num dia de calor, durante duas horas e meia puxa muito pela imaginação... mas tu não me conheces bem, senão saberias da minha versatilidade.

beijos a todos.

-pirata-vermelho- disse...

Completamente ausente, D. Fausta!
Por falta de lambeda...
a falta da constante sobre o momento da coisa...

Bem lhe disse que me telefonasse.
Agora não se pode saber o estrago qu'o período de carência provocou.

A física é que nos atraiçoa, D. Fausta.

Raispartiss!

Fausta Paixão disse...

isso do lambeda é muita ambiguidade senhor pirata!
vamos lá trocar a língua grega... por outra!