domingo, novembro 11, 2007

castanhas e vinho

Estou um bocadinho combalida.
Não, não foi efeito do vinho, que o Martinho não era muito de bebericar. O que ele era mesmo era um verdadeiro labrego, daqueles com quem uma pessoa aceita sair para não ficar fechada em casa que, em dias festivos, o que faz uma mulher sentada à lareira, não estando nem sequer frio que o justifique?
Imaginem onde o homem me levou! Disse-me que a “movida” era no Terreiro do Paço. Ainda lhe perguntei se era outra vez a árvore de Natal, meio atordoada pela grandeza da coisa, que ele vinha apregoando desde ontem.
Claro que me assolou o desejo de grandeza, que é uma coisa que assola qualquer mulher.
Ou consola?
Seja como for, acedi e lá fomos a caminho do centro.
Para estacionar foi o que se viu ... e já se sufocava com o fumo enquanto dávamos voltas à praça. Depois, para chegar lá, foi outra tarefa de Hércules (meu deus, só me ocorrem referências de grande monta!), a furar por entre a multidão de velhos e velhas que clamavam por não haver para todos. E eu não sei? Sempre que alguma coisinha mais apetecível aparece em cena nunca chega para todas…
Não percebi o que fazia ali aquele monstro de latoaria; não fosse o Martinho contar-me eu não acreditava que tal fosse possível, uma coisa de medidas, a puxar para o majestoso, para ser maior do que os outros e entrar no guiness
Mas acreditei, enfim, os homens, quanto toca a medições trepam por qualquer pau ensebado!
E ali, entre a confusão, o calor e o cheiro a suor, vi o Martinho dirigir-se para dentro da vedação e empunhar a forquilha com que virava a castanhada, ao mesmo tempo que abraçava o tosco do engenhoso, amigo do peito, o trasmontano; e seguramente amigo de partilhar as coisas grandes, que as pequenas, digo eu, ninguém as havia de querer, nem assadas!


32 comentários:

Insaciável disse...

Nem uma?! (castanha)

Lúcia disse...

ensebado....


e pelos vistos foi só virara a castanha...
pfu!

Fatyly disse...

Fizeste-me rir à gargalhada:))

O Martinho deve ter feito mal a distribuição das castanhas porque estava intoxicado com o fumo:)

Mushu disse...

E n~so te calhou nem uma para amostra? Tu rifa-me o Martinho!

ivamarle disse...

moral da história: quando se sai com o Martinho, fica-se a ver as castanhas e a implorar pelo vinho...

mfc disse...

Não sei se foi do gás das castanhas, mas aplaudo este regresso em grande!
Mas tiveste um pequeno lapso... é que os homens não trepam para qualquer pau ensebado!!!!
Ora pensa bem!

Boop' disse...

Ehehehe

Tou a imaginar - o furar a multidão de aposentados à coca de uma castanhinha gratuita...

e não percebeui que ali estava uma coisa bem mais quente que as castanhas....
Ehehehehe

Mo disse...

mfc tá atento! trepar paus ensebados é um jogo popular cá da terra dos martinhos, castanhas, vinho e labregos :D

Mo disse...

já dizia o outro: os lisboetas adoram qq coisa q lhes lembre a terrinha

peciscas disse...

De facto, continuas em grande!.
Já agora, amigo Manel, há por aí muito bacano a trepar em paus ensebados...
E nem sempre escorregam...

Pong disse...

Faustona... minha paixão (temeste por uma rima, aposto). Fazes-me rir de uma forma imbecil. Vou dar o pong daqui para fora. E mais logo bem que podias dar o ping no meu.

-pirata-vermelho- disse...

boopsie, de qu'é que tás a rir?

Tem alguma graça o qu'ela contou? Coitada...

Boop' disse...

Eu sei que nos mares tal coisa não aconteceria...
A D. Fausta seria tratada como um verdadeiro tesouro! - que pode ser cobiçado, apreciado, usufruido... e se bem gerido mantido por muito tempo...

-pirata-vermelho- disse...

Pior a emenda...
a D. Fausta não é para limpar o pó e conservar como se fosse um bimblou de cansquinha metido numa ventrina.
A D. Fausta não tem pó, boopsie!




Beijos, D. Fausta qu'o que a senhoura quer é...
ai desculp!

Destraíme...

Boop' disse...

Qual é a parte do "usufruido" que não entendeu, sr. pirata?

Para a D. Fausta o melhor!!!!!!!1

-pirata-vermelho- disse...

Agora sou 'sr.'...
boopsie, eu sou um cabrãozão que só não deit'a mão às joias da família que ficaram aí à sua guarda porque não...
(já falei demais!)

Não intréssa. Não sou sr. ! Pronto


B'noite D. fausta... com'está?

Boop' disse...

Pronto!

(tratavas a ines melhor do que a mim!)

-pirata-vermelho- disse...

Boops! Iss'é mazé mania da prussuguinção, não é?

E depois...? Han!? E depois? Ó menos a ines era meiga e dada. Inflismente desaparceu... era mulher assumida, querida, desejada, bonita, arranjada e gira; aprontada. Ora bem!...
Não 'tás a ver a D. Fausta, Boopsie?
P'qu'é que não fazes com'a ela?
(Olá D. Fausta! Tá boa?)

Boopsie
olha qu'eu...

Fausta Paixão disse...

eu 'tou boa, sim, e tenho lido a vossa troca de palavras bonitas.

a chatice é que ando tão farta de desventuras que nem tenho vontade para as contar.

mas eu volto, podem esperar que eu volto. Agora ainda ando à procura do Natalino, que foi o homem mais meigo apesar de gostar de se disfarçar de Rena. Bons tempos esses!
É que nem um pirata me chega à costa! Dias maus estes!

Boop' disse...

O Natalino...
Lembro-me de falares dele... Aquele que dizia que o amor é bom mas tem o seu tempo... (ou qq coisa parecida...)

O Natalino...

-pirata-vermelho- disse...

Pronto!
Já m'estragastes a tarde...

MAS QAIS NATALINO!?

Amando-le c'a carola nas trombas qu'o gaijo fica logo a saber o qu'é que é uma marrada bem acertada...
e qu'é que bocê tem que tar pr'aqui a falar nesse gaijo?!

-pirata-vermelho- disse...

Boops, não metas n'isto...


(ai o carasssas!...)

-pirata-vermelho- disse...

Anda um gaijo aqui com'um senhor e vem-m'esta e põe-s'a falar no...

ai o carasssas!...

a sua vizinha disse...

Fausta, ainda não recuperaste da "castanhada"? Ó vizinha, venha ver o que é ter azar!

Boop' disse...

Senhor?!
Já não percebo nada....

O Natalino o ano passado não chegou a aparecer... ou apareceu?

Ouvi dizer que o pai Natal dá brinquedos às meninas que se portam bem. e às que se portam mal... dá "brinquedos"... deve ser para mitigar a falta do Natalino....

-pirata-vermelho- disse...

boopsie!


BOOPSIEEEE...
tázóvir?

Boop' disse...

touuuuuuuuuuu....

Porataaaa.... tás aí???????

-pirata-vermelho- disse...

boops...

(fala baixo)

a D.Fausta arrumou as botas, não achas?

Boop' disse...

Cá p´ra mim tá-nos a ver....

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. If is possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll, I thank. Good bye friend.

-pirata-vermelho- disse...

Boops,
achas qu'este Crescenet é um daqueles qu'a d. fausta diz que...
bem... qu'ela diz que viu a dar milho aos pombinhos do largo da graça, é?

Cá pra mim a d. fausta foi p'o asilo, boopsie...
'bora tomar conta disto!

Boop' disse...

Tás com os "ocupas" pirata?

Sim... este crescenet deve ser desses... do milho aos pombos...

A Fausta deve de andar a ver se encontra o Nataino...