sábado, maio 13, 2006

Ando muito atarefada...

E é que ando mesmo muito atarefada.

A selecção tem-se mostrado mais difícil do que eu pensava.
Não é uma questão de indecisão. Só seria esse o problema se a qualidade estivesse de acordo com as minhas exigências.

Na verdade, o que eu queria mesmo era um homem que fosse meigo, compreensivo, ternurento, disponível, atento, bem disposto; mas ao mesmo tempo vigoroso, enérgico, impulsivo, animal; e que soubesse cozinhar, arrumar a cozinha, ver o que falta no frigorífico, fazer compras, pôr ar nos pneus do carro, lavar o carro, levar o carro à inspecção, colocar o varão dos cortinados da sala, reparar a tomada estragada, cortar a relva; mas que fosse um bom dançarino e me acompanhasse numa pista de dança e nos drinks sem perder a lucidez, para poder trazer o carro para casa; e que depois fosse suficientemente maluco para ir comigo tomar banho na praia à noite; que me desafiasse para umas férias meia dúzia de vezes por ano e aturasse as minhas neuras sem fazer má cara e sobretudo sem sugerir que os filhos dele também fossem; e que não tivesse necessidade de ir a correr fazer queixas à mãezinha e procurar colo; e que aguentasse firme quando a mim não me apetecesse fazer amor mas apenas encaixar-me no corpo dele para uma noite serena de descanso; e que soubesse falar de literatura e me acompanhasse num concerto de música clássica ou numa exposição de pintura, sabendo o que estava a ver sem fazer cara de frete; e que me contasse os sonhos ao acordar e andasse de mão dada comigo pelos jardins...

Mas o que vejo é que, para os homens, não há muito que saber.
Tudo se resume a muito pouco...



32 comentários:

touxato disse...

fausta fogo
muito ezigente a menina mas não ha nada que não se arranje de encomenda esse tipo domem tanbem cria para mim e com uma fichadessas

Fio de Prumo disse...

Não existe?

Damelum disse...

Então como definir o conceito de harém? É só fazer a lista das necessidades e passar à escolha. São sete? Nem que sejam doze.

maria_arvore disse...

Não te quero desanimar mas também me parece que de nada vale a selecção dada a falta de candidatos ao "casting". ;)))

Julgo que há duas alternativas possíveis: ou fazemos deles tomadas ;), ou construímos um gajo, peça a peça. :))))

Fausta Paixão disse...

touxato, querias o quê?
ai qu'isto não me cheira bem!!!

Fausta Paixão disse...

Achas que estou a ser muito exigente, maria_arvore?

Mas tudo em um, damelum, tudo em um!

Lúcia disse...

o que tu queres não existe. ou melhor, existe, mas tu não queres.
estás a descrever uma mulher!

Damelum disse...

A unidade é um conceito muito complexo, cara Fausta.... Rs

Albatroz2 disse...

E ainda n encontraste um homem com essas caracteristicas? Andas distraída ou a procurar nos lugares errados.
E tu, tens as caracteristicas certas para agradar a um homem assim?

Fausta Paixão disse...

Se eu tivesse as características "certas" precisava de um homem para quê???

Fatyly disse...

Gargalhadas... grande Fausta um homem assim também eu queria! Se aparecerem DOIS, não sejas egoista e manda-me um:):):)

Bom Fim de Semana

Mac Adriano disse...

Eu também queria uma mulher assim. Mas também não há.

touxinho disse...

...eu sou come o mac adiano cria uma mulher assim e nada,arrangei um homem a maneira queres a irmã dele amando-te

Anônimo disse...

Basta reparar na fotografia que mostra precisamente como "pensam" os homens.

O conteúdo do texto está perfeito (se calhar até demais) porque os assustas com tantos pormenores aos quais não dão o mínimo valor - a não ser durante a "época" da conquista.

Gostei.

Mariita

tua disse...

Há sempre a hipotese de sonhar...
LOL
Achas que um homem assim dá luta? Pica?
Acho que nunca vamos realmente saber, porque destes não existem... pois não!?

chaves disse...

eu divorciei-me para concorrer, agora falar de literarura, musica clássica...ora bolas, vou pedir os papeis à conservatória, e pedir desculpa à minha Maria :)

Fausta Paixão disse...

uma mulher, Lima?

... será que sou lésbica?

tounoxão disse...

...eu acho que és um gay mui doce e caliente porque depois de usares o teu escravo ainda queres descanso na cama, aninharte nele e ele até dáte porque não tem forssa para o resto...

Didas disse...

E esses saem onde? Nos cereais?

ivamarle disse...

infelizmente tens toda a razão, e a tua pretensão é ainda mais difícil que a que a Inha lá tem...eu já deixei de sonhar com isso, cada um é como é, limito-me a aceitar este:1+1=2, na sua acepção meramente matemática...

Ana disse...

Está visto que partilhamos algumas perspectivas em relação aos homens!!!
E como adorei o que vi no teu blog... Prometo voltar!!!

mfc disse...

Eu queria umA assim....arranja-se??!!

Patita Feia disse...

Acho que não está a pedir nada por aí além... é somente o básico! *

Patita Feia disse...

(adenda) ... e imprescindível!!! *

Bastet disse...

Tenho um amigo assim mas é paneleiro...

jp disse...

eu ia escrever o que a bastet já tinha escrito
o que me ri, das duas, pois
:D

stela disse...

Ó Fausta... como eu queria um também assim!
Quando os descobrires avisa!
Beijos

patologista disse...

E agora a boca machista: se houvesse um homem assim ele não precisava das mulheres para nada!!!

Aves Raras disse...

O seu ideal de homem é um Ucraniano que seja gay e não fale português:
Cozinha, arruma, lava, faz compras, faz mecânica, varões dos cortinados, tomada e relva.
Convém que não fale português, para aturar as suas neuras e não fazer sugestões quanto aos filhos (até porque estes ficaram na Ucrânia). Quanto à parte de ficar só encaixado, está assegurada também, né?
O único inconveniente é que teria provavelmente que lhe pagar ao mês, mas enfim...

Quanto aos homens, de facto não há de facto muito que saber. Venha pois também uma Ucraniana, que o pessoal desenrasca a coisa.

Anônimo disse...

lol, acho que não sou o teu homem

Mr. Di disse...

Eu sou o teu homem...

sairfalta2 disse...

acho que os desejos são um conceito a explorar, gostei do "voltei" e das especificações lá exigidas, e gostei doutros desejos, mas achei o texto deste "ando atarefada" mais interessante, já fala em ternura, e noinantigível e humano, candidatar-me-ia à experiência,com muito esforço, porque tenho um "mix" da maioria dessas características, tenho sempre uma vantagem que é não tentar compreender, gosto mais de ser surpreendido e de gente que se deixa surpreender, nunca sei bem o que quero porque sei que haverá sempre alguém, as especificações são mais para os intelectuais e tecnicistas, portanto, se ainda for a tempo (tenho prazo de validade), se quiseres experimentar ... tenho uma cambada de especificações que calham bem ... as outras depois, não sei, avaliavamos